[Ubuntu-BR] (OFF) Linux Acessível, minha opinião hoje.

Zandre Bran zandrebran em ubuntu.com
Terça Outubro 29 17:58:33 UTC 2013


Ôlas Comunidade. Eu e o Fabiano Fonseca nos afastamos literalmente do
linuxacessivel.org entre o final de 2011 e inicio de 2012. E estas
pessoas que reunimos através de emails simplesmente reinventaram a
roda. Literalmente como de fato uma comunidade software livre para
acessibilidade. Este olhar de fora mudou minha forma de ver. Em
comunidades SL vivenciei o quanto é primordial que em um determinado
momento ela tenha capacidade de em conjunto (ou não) ir (ou não) e
decidir (ou não) o seu próprio rumo. Sem líderes e posições sociais
dentro da comunidade. Sem um código de bits centralizador como único
bem comum.

Neste ponto já existem pessoas suficiente em número;
_de_forma_anonima_ e _sem_comprometimento_futuro_ para suportar os
Entusiastas e os Fanáticos (que me incluo). No fim, se todos formos
crentes em uma Comunidade ela será uma Igreja. Uma comunidade é
formada em sua maioria por pessoas que não estão afim de pregar. Muito
menos a fim de ir a Igreja. Uma Comunidade SL é um Bazar!

A maturidade é cronológica e hoje, final de 2013, não consigo ver o
nome como linuxacessivel.org. O .org não representa mais. Não vivemos
de politica publica. Não vivemos de doações. Não somos voluntários.
Não somos a terceirização da ajuda humanitária. Não vendemos conforto
mental por seu dinheiro. Aquela história de uma estrelinha faz
diferença é mentira. Isto é comodismo. É pena da estrelinha solitária.
História para confortar nossos pensamentos. É comprar estoque de
carbono. A verdade é que viver como humano é morrer. Uma vida só é
construída com perdas de pessoas, animais e locais que amamos. Se não
for assim, é você que vive hoje dentro de um sentimento que não tem
fim.

Concluo então que não faz sentido dizer (ou estar escrito) que sou um
dos lideres do _Linux_Acessível_. Não precisamos de lideres,
precisamos de um Técnico para de vez em quando aprovar alguma mensagem
do controle de spam. Não precisamos de um sitio ou domínio. Já tenho
vivência o bastante para saber da fria que são registros de domínios
(com ou com.br) em comunidades SL “brasucas”.

Espero que em nossa história o ano de 2013 seja marcado por quando o
_Linux_Acessível_ deixou de possuir lideres e representantes oficiais.
Todos falam para todos. Digamos, Democracia Direta. Ano em que
oficialmente o objeto agregador e do bem comum deixou de ser um código
binário e passou a ser pessoas.

Minha definição para o Linux Acessível hoje:

Linux Acessível é uma Comunidade Software Livre composta por
indivíduos que tem como objetivo comum na deficiência visual:

- Acessibilidade em sistemas *nix (Debian, Ubuntu, Fedora, Arch, etc);
- Acessibilidade na construção de páginas Web (WCAG);
- Trocar boas histórias.

Somos uma Comunidade que tem como principal meio de comunicação a
troca de mensagens eletrônicas (email) através de uma lista de
discussão. Uma lista de discussão funciona baseada em um grupo de
pessoas, previamente inscritas em um cadastro, trocando e-mails.
Quando você envia uma mensagem para o email da lista, todas as pessoas
que são inscritas nessa lista recebem a sua mensagem. Se alguém
responder a sua mensagem, você e todos que estão inscritos também
recebem o email resposta.

Bom, sobre uma nova imagem personalizada do Ubuntu eu realmente não
estou com vontade de fazer isto. Creio ser muito mais proveitoso hoje
termos um aplicativo em ShellScript (publicado em algum git) que
poderá deixar qualquer *Linux*Acessível* (xD). Isto que estou afim de
fazer. Mas nada impede que qualquer um pegue este ShellScript e gere
um LiveCD e distribua por aí. Alias, recomendaria fortemente que faça.

Claro, todos são convidados a participar (ou não):

https://groups.google.com/forum/#!forum/linuxacessivel

-- Abraços, Zandre.

:: http://acessibilidade.blog.br
:: http://zandrebran.blog.br
$ less < <(head -n1 /etc/issue)




More information about the ubuntu-br mailing list