[Ubuntu-BR] IRPFJava2006linuxv1.0.bin

Luiz Henrique Borges lhsborges em gmail.com
Segunda Março 2 20:53:44 UTC 2009


Concordo em termos. Sou da nova gama de usuários Linux, e confesso que
procuro sempre realizar as operações via terminal.

Uma das coisas mais fabulosas do Linux, diferentemente do Windows é
exatamente essa possibilidade de interação com o sistema.

Saber que adifionando o +x no chmod você atribui permissão de execução ao
arquivo e se combinado ao +r você libera a leitura do mesmo.

Um abraço

2009/3/2 Danilo Magrini <danilo.magrini em gmail.com>

> 2009/3/2 Xisberto <xisberto em gmail.com>
>
> > Só vai pelo terminal.
> > cd /ate/onde/foi/baixado/
> >
> > Permissão de execução:
> > chmod +x IRPFJava2006linuxv1.0.bin
> >
> > Executa:
> > ./IRPFJava2006linuxv1.0.bin
> >
> > O instalador é gráfico.
> >
>
> Aceita uma crítica construtiva? E nem é exclusivamente pra você Xisberto, é
> para todos que querem que o Ubuntu, ou até mesmo o GNU/Linux possa ser
> utilizado por pessoas "comuns". Assim como eu, várias outras pessoas
> utilizam o linux desde épocas antigas onde interface gráfica era luxo para
> pouco e aparentemente o Xisberto é um desses, então para esse tipo de
> pessoas eu faço a seguinte crítica construtiva: que tal se a partir de
> perguntas desse tipo nós começassemos a responder como fazer de forma
> visual, que é o que a nova geração quer de um SO. Dar permissão de execução
> para um arquivo no Ubuntu (mais especificamente no Gnome) é muito simples:
>
> 1) clique da direita no arquivo
> 2) selecione "Propriedades"
> 3) selecione a aba "Permissões
> 4) marque a opção "Permitir execução do arquivo como um programa"
> 5) clique "Fechar"
> 6) Duplo clique no arquivo para executá-lo.
>
> Comecei a perceber que é isso que deixa o novo usuário a vontade no SO. Uma
> vez uma pessoa perguntou como ele compartilhava uma pasta no Ubuntu e
> recebeu um link que ensinava a configurar um Samba. Eu entrei e expliquei
> que bastava um clique da direita na pasta e compartilhar, sendo que se a
> máquina estivesse na internet os pacotes necessários seriam baixados
> automaticamente. Se vocês soubessem o tanto de gente que ficou abismado com
> essa forma de compartilhar... eu fiquei intrigado. E a propósito, não é uma
> funcionalidade do Ubuntu e sim uma nova opção do Samba. Claro que a
> Canonical lapidou e fez baixar os pacotes "automagicamente" que é lindo,
> mas
> no mais é puro samba e gnome, ou seja, funciona em qualquer distribuição.
> Outra coisa que tenho feito também é explicar como instalar pacotes e
> configurar novos repositórios sempre utilizando a interface gráfica (ou
> seja, o Synaptic). O pessoal fica doido também de conseguir instalar coisas
> sem ter que abrir um terminal e digitar: sudo apt-get install, pois por
> mais
> fácil que seja, a galera prefere fazer tudo visualmente!
> Confesso que eu sempre preferi usar o terminal, eu configurava rede
> editando
> o arquivo "interfaces", eu instalava programas usando o "apt-get", eu
> editava arquivos usando o "vi", eu dava e removia permissões usando o
> "chown
> e chmod", etc etc... mas atualmente eu tenho me forçado a usar isso
> graficamente e estou gostando do resultado que estou tendo quando eu
> repasso
> a informação para aqueles que esperam abrir um terminal e acabam numa
> interface gráfica. Já viu o rosto de uma pessoa que nunca viu o mar e da de
> cara com ele? Pois é, ensinar fazer graficamente algo que esperam que seja
> pelo terminal causa a mesma cara! =) huahuahua é bem legal de ver...
>
> sucesso a todos.
> --
> Mais sobre o Ubuntu em português: http://www.ubuntu-br.org/comece
>
> Lista de discussão Ubuntu Brasil
> Histórico, descadastramento e outras opções:
> https://lists.ubuntu.com/mailman/listinfo/ubuntu-br
>



More information about the ubuntu-br mailing list